jeudi 8 novembre 2007

...Sinto o cheiro a milhas...




É verdade sinto o cheiro do alcool a milhas, devo isso ao meu pai que já não se encontra entre os terrestres. Infelismente.... Ele sempre acreditou que nunca iria morrer , por beber mais um copo depois de alguns avizos físicos o vício matou-o, nunca percebeu que esta atitude, era um vício, não se olhava ao espelho e via que estava alcoolico. Por isso não consigo beber mais que um copo de vinho, cerveja nem pensar imaginem os licores, nem avista-los. Não pensem que jamais irão ser como este que não temia a morte, é falso ninguém esta imune a mort nem a vícios, e enquanto não o assumirem o problema naturalmente agrava-se. Dou força aqueles que não conseguem enfrentar a vida com positivismo e se não estão contentes com eles próprios, ao menos olhem a sua volta com certeza que a há uma mãe, ou um filho, um marido alguém que goste de si, deixem ser ajudados, peço-vos, é trizte olhar para a minha mãe só, sem o seu companheiro....E já agora parabéns Maia, sei que não sabes ler português.... mas admiro a tua força, reconheces-te que algo esta a dominar e destruir a tua família, força estou a qui para ajudar , nunca falamos do teu problema, mas um olhar e um abraço diz tudo......

15 commentaires:

amor,liberdade e solidão a dit…

Amiga, de muitos posts que aqui ja publicaste garantidamente que este foi o que mais me comoveu!! Com certeza que para além do cheiro, uma imensidão de recordações e de tudo o que delas resulta, vivem contigo no teu dia a dia. Admiro a tua força e coragem e ainda assim, a prova que mostras face aqueles que infelizmente possam ainda hoje nas suas vidas consumir algo que os prejudique...
um beijo embrulhado em muitos abraços

mulherazul a dit…

agradeço por teres passado, um abraço muito apertado, e acredita que são poucos os dias que eu não me lembro do meu pai, principalmente quando olho para os meus filhos, e ele não esta cá para os ver crescer.

Entre linhas... a dit…

As recordações são sempre boas ainda amis quando fazem parte de quem amámos.
Um beijinho cheio de ternura
Zita

sombra e luz a dit…

olá mulherazul...
estou a passar um mau bocado... e percebo o teu post apesar de não ter nada a ver...
Felicidades para ti... e que possas sempre continuar a amar e a rever-te no outro que sofre...
beijinhos

DE-PROPOSITO a dit…

Coisas ancestrais. O ser humano lá inventou o alcool, aproveitou o fumo do tabaco e sei lá que mais coisas nocivas à saúde. Mas, todas estas coisas interessam a muita gente, uma vez que é fonte de rendimentos para alguns.
Felicidades.

Sei que existes a dit…

Infelizmente há vidas assim...
Beijo grande

veritas a dit…

Assim somos...pequenos grãos de areia neste universo...

Bjs. Bom fim-de-semana.

Tiago Nené a dit…

obrigado pelo comment sobre a minha poesia. foi simpatico.

abraço

www.tiagonene.pt.vu

PS: se fosse possivel fazeres um post nos teus blogues sobre a apresentaçao na fnac do algarve shopping (esta td na minha pagina) seria perfeito;)

amor,liberdade e solidão a dit…

tens uma coisinha para ti no meu cantinho
beijo e bom sim de semana

amor,liberdade e solidão a dit…

passo para desejar um bom fim de semana..

amor,liberdade e solidão a dit…

olá minha linda. não, não fui que traduzi. este texto foi-me dado por uma professora de portugues, no meu 10º ano, achei-o delicioso e guardei-o. hoje decidi publicá-lo...
beijinho grande

Alice Matos a dit…

O vício também levou o meu irmão... tinha só 47 anos... e deixou-me uma tristeza terrível por nada poder fazer...

Beijo para ti...

"Aqui fica a minha solidariedade para com todos aqueles que sofrem, no corpo ou na mente, da violência dos que se julgam muito fortes mas não passam de reles cobardes..."

jocasipe a dit…

Calhei a passar neste local. Tuas palavras comoveram-me.

Sei que existes a dit…

Passei só para mandar um beijo grande

Paulo Sempre a dit…

Interessante!!